5 dicas para uma gestão de stock mais eficiente

Uma eficiente gestão de stock é um desafio para o setor. Descubra como pode simplificar este processo.

A gestão de stocks é um dos principais desafios do setor do retalho. Quando feita de forma consciente e eficiente potencia o crescimento do negócio, proporciona um atendimento melhor e uma rentabilidade ainda maior.

Através de uma boa gestão de stock pode economizar dinheiro, tempo e espaço para a sua empresa. Como? É muito simples.

Todos os produtos que tem disponíveis necessitam de ser armazenados. Deste modo, quanto maior for o stock, maiores são os custos de armazenamento.

Para além disso, ajuda-o a ter uma visão mais abrangente de todos os produtos que tem em sua posse e a eliminar perdas com stock que identifica como sendo “stock morto” – alimentos estragados, móveis danificados ou calçado fora de moda.

Por fim, uma gestão de stock correta contribui para um fluxo de caixa melhor, na medida em que, ao verificar e ao otimizar o seu inventário regularmente, irá conseguir fazer mais vendas e diminuir o stock parado, conseguindo obter mais receitas para a empresa.

Algumas das técnicas para conseguir ter uma gestão de stock eficiente, e que pode começar já a utilizar na sua empresa, são:

Faça auditorias regulares

De forma manual ou recorrendo a softwares de gestão de stock automáticos conectados aos pontos de venda, verifique o stock que tem disponível de forma regular. Só assim conseguirá identificar a quantidade real de stock, que produtos já não podem ser comercializados, que artigos têm mais saída ou que ficam constantemente em “stock morto”.

É preferível detetar um erro durante uma auditoria regular do que descobrir essa incongruência num momento em que já não vai a tempo de a corrigir.

Identifique e registe os artigos

Identifique todos os artigos em stock – com código de barras, sistema de cores ou por referência –, as suas quantidades, descrição, origem, lote ou fornecedor.

Certifique-se que, cada vez que entram artigos no seu estabelecimento, estes são registados, tendo em conta os dados anteriormente identificados.

Muitas vezes, acontecem erros de stock e perdas de dinheiro porque os artigos são recebidos em loja, por exemplo, e vendidos sem serem registados primeiro, perdendo o histórico dos produtos.

Planeie de forma consciente

Estimar a procura por artigo é um dos passos mais relevantes e complexos da gestão de stocks. Deve ter atenção a todas as variáveis e informações para conseguir chegar a um valor muito aproximado da realidade.

Desta forma, precisa de ter em conta o volume de vendas, a taxa de crescimento do ano corrente, a sazonalidade, as tendências e necessidades do mercado, encomendas já realizadas, entre outras variáveis.

Se for cliente Redunicre, algumas das funcionalidades a que tem acesso através da Área do Comerciante é a consulta da faturação do seu negócio por TPA ou até mesmo as transações da sua plataforma de e-commerce.

Escolha os melhores fornecedores

Após analisar todos os dados do seu negócio, é hora de planear as suas encomendas. Uma boa gestão de stock passa muito pela relação que estabelece com os seus fornecedores.

Deste modo, conseguirá obter melhores preços e qualidade, ajuda em problemas inesperados ou uma resposta mais rápida a pedidos extra e fora de horas.

Escolha os melhores fornecedores que apresentem mais benefícios para o seu negócio, construa fortes relações com eles e, acredite, terá um apoio suplementar que fará a diferença para o desenvolvimento da sua empresa.

Elabore um plano de contingência

Por mais organizada que a gestão de stock seja, por vezes deparamo-nos com situações inesperadas e, sem um plano B, podemos correr riscos que afetam gravemente o negócio.

Para evitar complicações e custos desnecessários, estabeleça um plano que o ajude a fazer face a estes imprevistos. Imagine todas as hipóteses que podem acontecer e as soluções que poderão ser usadas para resolver esses problemas.

Sempre que essas complicações surgirem, já sabem como deverão proceder.